Apresentação

O Laboratório de Entomologia e Parasitologia Tropical (LEPaT) da Universidade Federal de Sergipe está sendo reestruturado desde 2010 como parte da política de expansão e interiorização das Universidades Públicas pelo Governo Federal, fornecendo subsídios para o desenvolvimento de atividades nas áreas de Ensino, Pesquisa e Extensão. Composto por pesquisadores jovens titulados na Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Universidade Estadual de Campinas, atende aos cursos de graduação das áreas de Saúde e Biológicas e também aos cursos de Pós-graduação (mestrado stricto sensu) em Biologia Parasitária (conceito 3), Ciências Farmacêuticas (conceito 4) e Ecologia (conceito 4). Atualmente, as pesquisas se concentram em quatro grandes linhas, com diversos projetos e trabalhos em andamento: 1. Ecologia e controle de vetores, 2. Epidemiologia e controle de doenças endêmicas do nordeste, 3. Novos produtos para o controle de vetores e 4. Biologia molecular de parasitos e vetores. As atividades de ensino em Parasitologia são direcionadas aos cursos de Medicina, Farmácia, Ciências Biológicas, Nutrição, Enfermagem e Odontologia. O laboratório desenvolve também trabalhos de extensão, associados principalmente a parasitoses intestinais em crianças e de apoio às políticas públicas de saúde. Os projetos desenvolvidos pelo LEPaT envolvem parcerias nacionais e internacionais, tendo como principais colaboradores pesquisadores vinculados à Faculdade de Saúde Pública/USP, Instituto Evandro Chagas/IEC, Instituto Oswaldo Cruz/FIOCRUZ, Universidade Federal de Minas Gerais e Departamento de Entomologia/UFRN, ente outros.